*

Notas Oficiais da Presidência Nacional

O posicionamento dos Federalistas nas eleições de 2014

 

Em face das diversas dúvidas quanto ao posicionamento do Partido Federalista ante as eleições vindouras, resolvemos emitir esse Comunicado Oficial:

A Direção Nacional do Partido Federalista, tendo em vista os sucessivos pedidos de orientação partidária para o próximo pleito nacional, vem ao público confirmar suas seguintes posições:

1.  Mesmo abdicando de seus objetivos federalistas imediatos, o Partido Federalista considera conveniente que seus partidários votem nos candidatos que mais se alinhem, com maior possibilidade de vitória, ao maior respeito à Lei e à Ordem Pública, à Propriedade Privada, à Livre Iniciativa e aos princípios e valores da comunidade.

2. Particularmente no caso do voto aos candidatos a Presidente da República e Governadores, recomenda-se a escolha dentre aqueles que priorizam gestão técnica, realista e prática em substituição aos candidatos que se valem do proselitismo e da retórica estampados em projetos surrealistas e meramente populistas e ideológicos.

3.  O Partido Federalista considera que a vitória de qualquer candidato apoiado por forças alinhadas com o modelo de planejamento centralizado, especialmente de governantes que defendem forte intervencionismo estatal na economia e na sociedade, sejam eles do plano federal ou estadual, membros do conservadorismo tacanho, seja ele de cunho oligárquico ou ideológico, apenas agregará maior peso ao chamado \\\\\\\"Risco Brasil\\\\\\\",  face ao incremento do aparelhamento do setor público, aumentando o poderio político e burocrático daqueles que atingem o Poder, comprometendo, portanto, o objetivo da estabilidade, da tranqüilidade e da segurança desejadas para a pacífica construção do Federalismo e da própria Democracia.

4.  Tendo em vista não ser o Partido Federalista um simples movimento e sim um Partido em formação de acordo com a Lei, considera seu dever eticamente cumprido com relação à próxima eleição, da qual não participará com sua legenda, alcançado no entanto, o consenso do entendimento de que se deve votar com a responsabilidade principal em derrotar qualquer força que possa ameaçar, em qualquer tempo, a liberdade e os direitos individuais em função da crescente centralização do Estado ancorado em Brasília.

5. Os membros do Partido Federalista, exclusivamente em caráter particular, terão plena autonomia para indicar nomes para a consideração de apoio eleitoral aos seus círculos de influência.

A Direção Nacional, conscientemente ocupada em atender as exigências da Lei Eleitoral, pretende alcançar a meta de participar das eleições de 2014, com candidatos próprios, sinalizando o início do caminho federalista em busca das transformações concretas em prol de um Brasil melhor para todos.

 

Brasília-DF, 06 de Julho de 2014

 

Thomas Korontai
Presidente Nacional
Partido Federalista 

 

Onde deseja compartilhar?

Deixe aqui seu comentário

Participe