*


NotÍciaS do FEDERALISTA

31/10/2013

Criados o Conselho Consultivo e a Comissão Revisora do Estatuto

Curitiba - Assinadas pela Presidência, as resoluções nº 07 e 08 seguem organizando o FE Federalista com o objetivo de prepará-lo para uma arrancada estruturada não apenas na coleta das assinaturas de apoio exigidas pela legislação, mas a organização de todas as comissões estaduais. 

O prazo acertado pela Diretoria Nacional é 31.05.2015, ou seja, a meta é fazer tudo de maneira que se possa, no mês de junho daquele ano, encaminhar a documetnação de um partido absolutamente pronto para o TSE. \"Temos uma excelente oportunidade de construir uma organização partidária sólida, completamente estruturada, com no mínimo 130 cidades nos 26 estados, sem contar o DF. com lideranças em desenvolvimento para se lançarem candidatos a prefeituras e câmaras de vereadores em 2016\" declarou Thomas Korontai, Presidente Nacional.

De fato, com a reforma do Estatuto por meio da Comissão Revisora, instituída pela Resolução nº 08/13, será recriado o instituto interno do partido, resultando no Instituto de Formação Política, Parlamentar e Gestão Pública, que buscará convênios com entidades educacionais do setor, visando a preparação dos futuros gestores e parlamentares locais, bem como, da capacitação com os projetos federalistas que serão desenvolvidos para começar a transformação de muitas cidadades, caso escolhidos sejam candidatos federalistas. 

O novo estatuto tem prazo para ficar pronto até julho/14, e contemplará muitas reformas dentro das práticas que já vem sendo aplicadas na construção partidária. 

CONSELHO CONSULTIVO

Já a Resolução 07/13 cria o CCV - Conselho Consultivo e Viabilização do Registro do Federalista, com o objetivo de reunir 150 pessoas escolhidas criteriosamente, e que tenham também, dsiposição de contribuir igualmente com recursos para formação de caixa e manutenção da estrutura administrativa, que deverá ter sede em São Paulo, Capital, um escritório em Brasília/DF e supervisão e apoio na formação das comissões estaduais, o que implica em viagens de membros da Diretoria Nacional para todos os estados. \"Afinal, sem recursos, não é possível que se consiga fazer qualquer coisa, e a proposta desta Resolução inova pela abertura para profissionais liberais e micro e pequenos empresários, além de funcionários públicos e privados que queiram contribuir com a construção de um futuro diferente e bem melhor para o Brasil\" afirmou Jhonni balbino, Tesoureiro Nacional. 

A contribuição inicial é de R$ 2.000,00 e mensais de apenas R$ 300,00, acessível para muitos brasileiros que tabém contribuirão com suas ideias e visões, quando consultados pela Direção Nacional em questõe pontuais. Este Conselho tem duração até o recebimento da primeira parcela do Fundo Partidário o que ocorrerá após o registro do Federalista no TSE. \"Futuramente, quando implantarmos o Federalismo no Brasil, tanto o fundo partidário quanto financiamento público de campanhas serão extintos no País, conforme consta no programa Partidário\", frisou João Germano Teixeira, Secretário Geral Nacional, complementando os demais diretores. 

Ambos os textos estão disponíveis em \"Avisos - Presidência Nacional\" no  rodapé do site. 

Onde deseja compartilhar?

Deixe aqui seu comentário

Participe